Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 09/03/2016

Certificação contribui para minimizar os impactos dos acidentes de trabalho na construção


Fonte: Revista CIPA

De 2007 a 2013, segundo o anuário estatístico da Previdência Social, houve cerca de cinco milhões de acidentes de trabalho, sendo que, apenas em 2013, foram aproximadamente 700 mil acidentes, com mais de 2.500 mortes e mais de 14.500 aposentadorias por invalidez. A indústria da construção responde por mais de 8% desse montante. De acordo com analistas do setor, essa quantidade de acidentes de trabalho custaram ao país R$ 70 bilhões por ano.

Em função disso, a Sobratema e a Abendi (Associação Brasileira de Ensaios Não Destrutivos e Inspeção), criaram o primeiro sistema de certificação de terceira parte para a área de movimentação e içamento de cargas, com base em normas internacionais (ISO 17.024), buscando elevar os níveis de qualificação dos profissionais envolvidos com equipamentos que atuam na indústria da construção e mineração. Na primeira fase, foram consideradas as funções de Rigger, Supervisor de Rigging e sinaleiro Amarrador.

Este ano, novas funções foram incluídas: operadores de guindaste, de grua, de guindauto e de ponte rolante/pórtico. No site oficial do sistema (http://abendicertificadora.org.br/icamento/index.html), os profissionais podem conferir os requisitos necessários para obter sua certificação. No caso dos operadores de guindastes, por exemplo, são solicitadas informações que comprovem a experiência profissional como operador em diferentes categorias de guindastes, além da formação escolar, da comprovação de treinamentos e cursos para formação de operador, complementada com aptidão para exercer a função.

O primeiro sistema brasileiro de certificação de pessoas que trabalham no setor de içamento e movimentação de cargas apresenta uma série de benefícios tanto para a empresa, como maior produtividade, qualificação da mão de obra, diminuição de retrabalho e menor risco de acidentes, como para o profissional, uma vez que atesta sua competência, assegurando que ele segue padrões estabelecidos por normas técnicas e regulamentadoras.


Últimos posts




Comentários