Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 03/06/2019

Como calcular o ROI em segurança do trabalho? Entenda aqui!


O retorno sobre investimento (ROI) é uma das métricas mais conhecidas no mundo dos negócios. Ele compara quanto do orçamento uma empresa dedicou a algo e coloca em números os resultados obtidos. Calcular o ROI em segurança do trabalho é tão importante quanto comparar o desempenho de investimentos em outras áreas do negócio, como as Vendas e o Marketing.

Com essa métrica, você conseguirá obter várias informações sobre essa área do negócio, descobrirá como melhorá-la e o que é preciso fazer para conseguir isso. Duvida? Neste post, ensinamos como calcular o ROI em segurança do trabalho e que benefícios há em se fazer isso. Confira!

Por que empresas calculam o ROI?

O ROI é um indicador de performance utilizado por empresas de todo o mundo, porque funciona. Fazer esse cálculo é a forma mais fácil de comparar benefícios com custos e determinar se, de fato, eles foram investimentos. Ele elimina a necessidade de adivinhar se uma iniciativa foi boa ou não, e poupa tempo na tomada de decisões dentro do negócio.

A melhor característica do Retorno sobre investimento é que você pode calculá-lo em qualquer empresa. Seja com milhares de funcionários ou apenas um, o ROI se adapta à realidade da organização e traz insights valiosos.

Como calcular o ROI em segurança do trabalho?

É fácil entender como o ROI se encaixa em situações como uma campanha de Marketing. Basta comparar quanto ela custou e a métrica que pretendia alavancar, como o número de leads ou de visitas a um website. Na segurança do trabalho, porém, calcular o Retorno sobre investimento é um pouco mais complicado.

A fórmula do ROI é universalmente conhecida como:

ROI (B) = ganho financeiro (C) - custo (A) / custo (A) x 100

Com ela você obtém uma porcentagem, que indica que o investimento (A) trouxe (B)% de retorno. O desafio é, portanto, estabelecer como se calcula o ganho financeiro (C) na segurança do trabalho.

Quais serão os ganhos a serem comparados com os seus investimentos?

Métricas como os níveis de absenteísmo em função de licenças médicas, o número de acidentes laborais e até a durabilidade de equipamentos que são comprados frequentemente podem dar a você uma ideia de como os investimentos em segurança do trabalho trouxeram retornos para a empresa. Cabe ao técnico de segurança do trabalho definir que respostas busca com o ROI.

Caso deseje se concentrar na redução de acidentes, ele deve estimar quantos acontecem dentro de um período — 10 ocorrências em um intervalo de 1000 horas, por exemplo  e quanto eles custam para o negócio — R$20 mil. Em seguida, precisa estabelecer um curso de ação, como a realização de um treinamento de segurança que custa R$2 mil para a empresa. Depois, averiguar se essa ação teve efeito, como reduzir os acidentes para 5, dentro do mesmo período, com custo de R$10 mil.

Com esses dados, fica faltando apenas calcular o ROI, segundo a fórmula que já mencionamos. Temos então que:

ROI = 10000 - 2000 / 2000 x 100

Uma única medida foi capaz de trazer um ROI de 400%, ou seja, quatro vezes maior do que foi investido.

Todos os ROIs superiores a 100%, ou seja, nos quais a empresa é capaz de pelo menos recuperar o investimento que fez, são vantajosos. Outros, que custam mais do que os retornos que trazem, precisam ser reavaliados para que se consiga otimizar os investimentos e obter sempre o melhor com eles.

Quais os 5 benefícios de calcular o ROI?

A seguir, mostraremos como o cálculo do ROI funciona na prática, para ajudar você a melhorar a segurança do trabalho. Acompanhe!

1. Controle o custo dos investimentos

Sem comparar investimentos e resultados, perder o controle sobre eles é questão de tempo. Mesmo que uma empresa invista em iniciativas positivas, como a aquisição de equipamentos de melhor qualidade, ela não saberá se está gastando demais até que compare esse investimento com o que fazia anteriormente.

Ter o ROI em mãos vai ajudar no acompanhamento de quanto foi investido no negócio em cada período e quanto ainda é possível investir.

2. Identifique o prazo de investimentos

Dá para saber o prazo de um investimento, ou seja, em quanto tempo ele vai pagar a si mesmo quando calculamos o ROI. Sabendo quais são as opções mais rentáveis no curto prazo, um negócio pode determinar quando tem lastro o suficiente para arcar com investimentos mais arriscados ou se deve fazê-los.

3. Estipule e crie metas para a segurança do trabalho

Como mostramos no exemplo do tópico anterior ao mencionar os acidentes de trabalho, para calcular o ROI uma empresa deve estabelecer métricas e investimentos que têm relação direta um com o outro. A métrica é perfeita para que metas e estratégias para segurança do trabalho sejam definidas e para que se faça o acompanhamento delas, visando melhores resultados.

4. Tome decisões embasadas por dados

Foi-se o tempo em que empreendedores não tinham recursos o suficiente para comparar como cada uma de suas ações impactavam o negócio. Utilizando métricas como o ROI, fica mais fácil comparar que tipos de decisões tomadas dentro da empresa trouxeram bons resultados e repetir o sucesso obtido com elas.

Não é preciso experimentar milhões de alternativas diferentes, apenas continuar no caminho que funciona.

5. Priorize investimentos melhores

Quando não há uma estratégia definida para comparar o quão bem-sucedidas foram duas iniciativas, é impossível determinar qual delas deve ser prioridade do negócio. Apostando no cálculo do ROI, será fácil estabelecer quais investimentos priorizar, pois trazem excelentes resultados, e quais podem ser postergados em um primeiro momento.

O ROI é um dos cálculos mais utilizados dentro dos negócios. Como ele consegue comparar a quantidade de investimentos feitos em uma iniciativa ou área com os retornos obtidos, é bastante prático para entender rapidamente se um esforço foi positivo ou negativo para a organização.

Com o ROI em segurança do trabalho você poderá escolher os melhores treinamentos para a equipe, os equipamentos de proteção individual de maior qualidade, que duram mais, e até as estratégias certas para reduzir o número de indenizações. Basta colocar todos os números na fórmula e comparar que tipos de resultados o negócio obteve.

E aí, aprendeu a calcular o ROI em segurança do trabalho e porque isso vai ser importante para o sucesso do negócio? Aproveite e confira também como a tecnologia será aliada da sua empresa para otimizar essa área!

 

Últimos posts




Comentários