Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 26/08/2019

Confira 7 dicas para o armazenamento de EPI de maneira correta


Fazer um bom armazenamento de EPI é sempre importante. Qualquer dano que uma peça sofra, seja no estoque da revenda de EPI ou nos armários dos colaboradores, pode fazer com que ela seja menos eficiente na hora de proteger os funcionários, colocando a saúde deles em risco.

Para garantir que esses equipamentos ofereçam a proteção necessária, é preciso estar atento à maneira correta de guardá-los. Confira algumas dicas para se fazer isso!

1. Limpe bem o equipamento antes de guardar

O primeiro passo para fazer o armazenamento de EPI de maneira adequada é cuidando dele por meio da limpeza. Além da sujeira ser um dos principais motivos para que um EPI se danifique, é nesse momento que o responsável pela armazenagem verá, por exemplo, se o item sofreu algum tipo de dano e deve ser substituído.

Boa parte dos equipamentos de proteção individual pode ser lavada com água e sabão neutro, mas alguns precisam de cuidado especial. EPIs que estão expostos a agrotóxicos, direta ou indiretamente, podem causar intoxicação se não forem lavados de maneira segura, resultando em um acidente de trabalho.

Evite alvejantes e, no caso de vestimentas de proteção, prefira secá-las a sombra, uma vez que o sol é um dos grandes responsáveis por danificar EPIs. Falaremos um pouco melhor sobre isso no próximo tópico.

2. Evite a exposição direta ao sol

A durabilidade dos EPIs pode ser comprometida com a exposição direta à luz solar. Equipamentos de proteção individual que ficam por muito tempo sob o sol podem se tornar quebradiços, oferecendo risco adicional para quem os utiliza.

O ideal é que o local de armazenamento de EPI seja protegido do calor e dos raios solares para que permaneçam resistentes.

3. Seque os EPIs antes de armazená-los

Não são só as vestimentas de proteção individual que devem ser secas antes da armazenagem. Todos os itens laváveis não podem ser guardados molhados, caso contrário, estarão sujeitos a infecção por fungos e bactérias que poderão adoecer o trabalhador.

Um pano para secagem de equipamentos, como óculos e capacetes, deve estar disponível para que esse procedimento seja realizado após a lavagem, caso não haja tempo para secarem à sombra. Essa parte do processo de armazenagem também é um ponto importante da higienização do produto e não pode ser negligenciada.

4. Armazene em local onde há menor risco de choque

Nunca se esqueça que equipamentos de proteção individual precisam estar em boas condições para evitar que o colaborador sofra qualquer tipo de dano durante a execução de suas tarefas. Perfurações, por exemplo, resultado de choque com itens pontiagudos ou com outros EPIs são o suficiente para fazer com que vestimentas, luvas e máscaras tornem-se ineficientes.

Evite armazenar equipamentos de proteção individual onde podem sofrer choques, em locais nos quais os outros colaboradores do empreendimento possam tropeçar ou nas áreas onde pode haver queda de materiais e ferramentas de trabalho (algo comum na construção civil).

5. Proteja os equipamentos do atrito

Um dos EPIs mais sensíveis que as empresas utilizam são os óculos de proteção. Eles precisam de cuidados especiais na hora de serem armazenados, já que estão sujeitos a um dano que não necessariamente prejudica outros tipos de equipamento de proteção individual: os riscos. Enquanto um capacete riscado não perde a sua função por isso, óculos que sofrem o mesmo dano prejudicam a visibilidade do colaborador e o colocam em risco.

Sendo assim, na hora de guardar esses EPIs, é necessário conferir se eles não estão sobre nenhum material que pode arranhá-los, como folhas de papel, superfícies ásperas ou junto a itens pontiagudos. Até poeira pode causar atrito nos óculos de proteção visual, portanto, é muito importante que esses equipamentos sejam bem limpos antes da armazenagem.

Grãos mais ásperos, como aqueles com que os trabalhadores entram em contato na construção civil (areia e serragem, por exemplo), quando não são removidos da peça, são o suficiente para arranhá-la durante o armazenamento, bem como na colocação e remoção dos armários.

Sempre que possível, proteja os óculos com um tecido, preferencialmente de microfibra, de modo a minimizar a possibilidade deles entrarem em contato com outros materiais e sofrerem algum dano.

6. Procure não guardar EPIs onde podem cair

Outro grande problema que pode fazer com que óculos, respiradores e capacetes, por exemplo, sofram dano irreversível, são as quedas. Por isso, o ideal é manter os EPIs armazenados a uma distância do chão em que não sofrerão avarias se forem derrubados. À altura dos olhos, normalmente, é segura o suficiente para que quedas não resultem em quebras, mas todo cuidado é pouco durante a armazenagem de EPI.

O ideal é que os armários em que os equipamentos de proteção individual ficam guardados sejam fechados, de modo que o risco de deixá-los cair seja menor.

7. Oriente os colaboradores sobre as melhores práticas

No dia a dia, boa parte dos EPIs que os colaboradores utilizam serão armazenados por eles nos armários que ocupam na empresa. Por isso, para que você consiga conservar bem os equipamentos, precisa educar os seus funcionários para que eles façam a armazenagem de maneira correta.

Não adianta conhecer todas as dicas que listamos aqui e guardá-las para si mesmo. É preciso contemplar cada uma delas nos seus treinamentos de EPI, já que a manutenção dos equipamentos de proteção individual é importante para que eles continuem funcionando bem e consigam reduzir riscos no ambiente de trabalho.

Uma boa maneira de garantir que os procedimentos serão memorizados pelos colaboradores é encontrando um espaço nos vestiários para afixar cartazes com as melhores práticas de limpeza e armazenamento de EPI. Crie um cartaz em linguagem simples com o que é fundamental se fazer para que os equipamentos tenham durabilidade máxima e o instale em um local visível para que possa ser consultado com frequência.

No que se refere à proteção dos colaboradores, o armazenamento de EPIs de maneira correta é tão importante quanto incentivar o seu uso. Vale ressaltar que isso ajudará tanto os novos funcionários quanto os mais antigos.

Portanto, não se esqueça dessas regrinhas que mencionamos aqui e, caso tenha qualquer dúvida, fale com o seu fornecedor sobre o procedimento correto de armazenamento dos EPIs que adquiriu.

Gostou de conhecer mais sobre o armazenamento de EPI? Contratar um bom fornecedor, que oferece equipamentos duráveis e de alta qualidade, é tão importante para se obter o máximo de segurança no ambiente de trabalho quanto possível. Fale agora mesmo com a nossa equipe e descubra os EPIs ideais para os seus colaboradores!


Últimos posts




Comentários