Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 30/07/2019

Confira as principais causas de acidente de trabalho


Seja em uma empresa de pequeno porte, seja em uma grande companhia, quando há riscos em um ambiente de trabalho é necessário que várias medidas preventivas de segurança sejam tomadas. Isso porque como infelizmente o número de acidentes de trabalho é elevado nas indústrias, qualquer ação que promova a segurança dos colaboradores deve ser sempre classificada como indispensável.

Vale destacar inicialmente que a ocorrência de qualquer acidente de trabalho não é exclusiva para um determinado setor industrial, região ou país, isto é, essa triste realidade trabalhista é notada em todo o mundo.

Pensando nisso, com intuito de conscientizar tanto os empregadores quanto os colaboradores, montamos este post. Confira abaixo as principais causas de acidente de trabalho.

Falta de atenção

A falta de atenção ao desempenhar tarefas que representam riscos para o colaborador está entre as principais causas de acidentes de trabalho na indústria.

Em muitas situações todos os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) estão sendo utilizados e todas as outras medidas de segurança estão sendo previamente respeitadas. Entretanto, basta apenas um momento de desatenção para que os riscos passem a representar perigos, aumentando, assim, as chances de acontecer algum acidente.

Diferença entre risco e perigo

Uma atividade que contenha risco é toda aquela tarefa que tem potencial de oferecer danos à saúde do colaborador, entretanto trata-se de uma situação que já foi previamente estudada e todas as suas possíveis ameaças estão totalmente controladas — seja por meio da eliminação completa, seja por meio da redução de sua intensidade a um patamar aceitável.

Em relação à presença de perigo em um ambiente de trabalho, é quando há riscos que não foram previamente identificados, ou, até mesmo, a presença de riscos já conhecidos, mas em um nível acima do seguro. Em outras palavras, são todas as ocasiões onde o colaborador fica exposto sem proteção, seja pela perda do controle de um risco, seja pela identificação de um novo.

Não utilização dos EPIs

Há determinados postos de trabalho nos quais é inimaginável um colaborador atuar sem o uso dos equipamentos de proteção individual — como quem trabalha em um canteiro de obras, aciaria ou em frigoríficos.

Se com a utilização de EPIs já é possível ocorrerem acidentes de trabalho, sem eles a situação é agravada consideravelmente. Desse modo, a negligência para com os equipamentos de proteção também é uma das grandes causadoras de acidentes. Por isso, é fundamental garantir que todos os colaboradores que estejam expostos aos riscos ocupacionais usem os EPIs adequados.  

Utilização incorreta dos EPIs

Um EPI pode estar em perfeito estado de conservação e entregar ótima resistência mecânica, entretanto, todos esses atributos são ineficazes caso ele seja utilizado de maneira inadequada. Dessa maneira, tão importante quanto garantir a compra de EPIs de qualidade, é assegurar, também, que seus colaboradores os utilizem da forma mais adequada possível.

Falta de treinamentos

Uma equipe que atua em locais onde há presença de riscos ocupacionais precisa receber constantemente treinamentos de segurança e proteção. Além de evitar acidentes de trabalho, colaboradores bem capacitados e instruídos são capazes de minimizar as consequências quando ocorrem problemas.

Imagine, por exemplo, um local de trabalho em que parte da equipe não saiba as rotas de fuga, a natureza de todos os riscos presentes e medidas de desocupação com agilidade. Neste caso, quando houver uma situação de perigo são grandes as chances de ela ser potencializada, gerando consequências que poderiam ser facilmente contornadas por uma equipe bem capacitada.

Por isso, investir em treinamentos e capacitação dos colaboradores é algo que jamais deve ser encarado como despesa, mas sim como um investimento, já que é a segurança e o conforto humano que serão beneficiados.

Não fiscalização dos colaboradores

Há muitos colaboradores que reclamam de EPIs e não se adaptam com o seu uso mesmo quando o tamanho está correto. Dessa forma, não é raro encontrar colaboradores que apenas utilizam os EPIs quando sabem que estão sendo fiscalizados. Ou seja, em uma empresa com pouca ou nenhuma fiscalização os colaboradores podem se expor a riscos desnecessários.

Sendo assim, uma vez que o EPI está sendo negligenciado, as chances de ocorrer acidentes de trabalho aumentam exponencialmente, cabendo ao empregador traçar meios para que ocorra a fiscalização adequada.    

Maquinário sem manutenção

É extremamente importante uma empresa que tem uma rede de máquinas fique atenta com o plano de revisão dos equipamentos, principalmente em relação à manutenção preventiva.

Há máquinas que, quando falham, a maior consequência pode ser a parada da produção e, consequentemente, a perda de tempo de trabalho. Porém, existem certos equipamentos — serras e geradores, por exemplo — cuja falha pode resultar em um grave acidente de trabalho.

Deste modo, uma vez detectado esse tipo de maquinário na empresa é fundamental que o empregador respeite o plano de manutenção preventiva, o que reduz bastante as chances de potenciais acidentes.  

Não investir no setor de Segurança do Trabalho

O setor de Segurança do Trabalho é o grande responsável por administrar todas as medidas preventivas de segurança dentro de uma empresa. São os técnicos e os engenheiros de segurança do trabalho os profissionais capacitados para identificar os riscos ocupacionais e, posteriormente, promover ações para controlá-los.

Por esse motivo, quanto mais investimentos são destinados a esse setor, mais recursos os técnicos e engenheiros terão para garantir a segurança dos colaboradores.

Um setor de segurança do trabalho bem valorizado reflete em EPIs disponíveis a qualquer momento, técnicos e engenheiros mais motivados em promover a segurança e colaboradores melhor instruídos.

Portanto, ao analisar quais são as principais causas de acidente de trabalho, facilmente percebemos que grande parte delas está relacionada direta ou indiretamente com os Equipamentos de Proteção Individual. Por essa razão, vale ressaltar o papel importantíssimo dos EPIs na indústria, seja para a redução dos acidentes, seja para o conforto dos colaboradores.

Precisando de aumentar a segurança do trabalho na sua empresa? Então entre em contato conosco! A Volk do Brasil está presente no mercado nacional há mais de 20 anos e atualmente é referência no país em disponibilização de Equipamentos de Proteção Individual de qualidade.


Últimos posts




Comentários