Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 19/06/2019

Entenda a importância da gestão de compras para quem é revendedor


Ser revendedor ou distribuidor de produtos não é fácil, por isso, organizar a gestão de compras é imprescindível para seu sucesso, principalmente se você deseja ter eficiência, crescimento, diferenciação, novos clientes, fornecedores confiáveis e manter o equilíbrio financeiro. 

Mas o que significa administrar compras? Trata-se de uma forma de gerir, estrategicamente, o processo de aquisição dos suprimentos negociados.

Neste post, você vai conhecer dicas simples que geram resultados positivos nessa etapa de obtenção de mercadorias e que vão aumentar sua organização, sua qualidade e eficiência. Continue com a gente!

Faça uma gestão de compras eficiente

O setor de estoque, compras e vendas precisam estar interligados, afinal, somente por meio do diálogo entre esses três setores será possível saber qual a demanda de mercadorias necessárias a serem repostas. Também é essencial saber o tempo médio que cada produto demora para ser negociado e identificar aqueles com maiores índices de vendas.

Além disso, tenha um sistema de gestão online para gerir os pedidos de compra, o cumprimento dos prazos e para manter atualizada as informações e o cadastro dos fornecedores. Esse sistema também será de grande ajuda para fazer a emissão de notas fiscais de forma mais ágil e menos burocrática, garantindo a eficiência e o equilíbrio do estoque.

Tenha um planejamento de compras organizado

Tenha catalogadas todas as informações sobre suas mercadorias para saber exatamente o que precisa ser reposto, quando for preciso. Assim, você terá um planejamento de compras eficiente, reduzindo desperdícios e aquisições desnecessárias.

Além disso, esses dados permitem a identificação da sazonalidade de mercadorias, se o preço sofre variações em determinados períodos, quais produtos têm mais e menos saída, quais as épocas de alta e baixa das vendas etc. Desse modo, há mais eficiência e organização.

Torne a gestão de estoque eficaz

Relacione a compra de cada item com a demanda das vendas para que não haja escassez ou excesso. Faça um inventário e liste todas as mercadorias que estão no estoque, em quantidade e valores. Dessa forma, você controlará as entradas e saídas dos itens. Para saber quais as mercadorias prioritárias, utilize a curva ABC do estoque:

  • classe A da curva: os itens de maior prioridade do estoque. São 20% da quantidade total dos itens e correspondem a 80% do valor total;
  • classe B da curva: itens financeiramente relevantes. São 30% da quantidade total e correspondem a 15% do valor total;
  • classe C da curva: são 50% da quantidade total e correspondente a 5% do valor total.

Encontre fornecedores confiáveis

Escolha fornecedores que ofereçam as melhores soluções para suas necessidades. Por exemplo, caso precise de mais rapidez na entrega das mercadorias, escolha os mais ágeis. Caso necessite de melhores condições de pagamentos, parcelamentos ou prazos, fique com os que admitem negociar.

Leve em conta também a credibilidade técnica e o custo-benefício dos produtos e a confiabilidade do fornecedor, ou seja, a confiança é essencial nessa escolha. Isso é determinado pelo cumprimento dos prazos, dos preços e dos acordos financeiros.

Equilibre o fluxo financeiro adequadamente

O essencial é manter o fluxo de caixa positivo, ou seja, receitas maiores do que as despesas. Para isso, tenha um controle das entradas e saídas de dinheiro e não compre mais do que o necessário. Também não misture valores do fluxo de caixa com suas finanças pessoais, e negocie taxas, preços e prazos.

Para disciplinar as movimentações financeiras, registre as seguintes informações:

  • o saldo do fluxo;
  • as contas no banco;
  • as contas que faltam ser pagas aos fornecedores;
  •  os montantes a receber dos clientes.

Assim, sabe-se exatamente a dimensão do montante quantitativo e financeiro do seu negócio.

Para você que é revendedor ou distribuidor, a aplicação de todos esses fatores determina a eficiência do seu negócio, visto que o organiza, garante segurança no mercado, supre suas necessidades organizacionais e gera crescimento.

E aí, gostou do nosso post? Trouxemos informações relevantes para melhorar a eficiência da sua gestão de compras? Então, aproveite a visita no blog e aprenda também sobre gestão de revenda e quais erros evitar nesse processo!


Últimos posts




Comentários