Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 24/01/2018

O que é PPRA e qual é o seu objetivo? Temos a resposta!


Se você trabalha em empresa, especialmente no setor da Indústria, com certeza já ouviu falar em PPRA, correto? Obrigatório em organizações de todos os portes, esse documento é indispensável para a saúde e segurança no trabalho.

Neste post, vamos explicar o que é, para que serve, como é feito e quais são as principais informações contidas em um PPRA. Ansioso para sanar suas dúvidas? Então continue lendo este texto e aprenda um pouco mais junto com a gente.

O que é PPRA e para que serve?

O Programa de Prevenção a Riscos Ambientais, mais conhecido como PPRA, é obrigatório em todas as empresas que admitem funcionários e é um dos documentos essenciais para garantir a segurança no trabalho.

Nele são elencados os principais riscos ambientais existentes nas mais variadas funções e setores de uma empresa e, a partir disso, são estabelecidas medidas para que esses riscos não afetem a segurança dos funcionários, geralmente incluindo o uso de EPIs e EPCs, e a realização de exames ocupacionais e treinamentos.

Para entender melhor, você precisa conhecer alguns conceitos:

  • riscos ambientais: são todas as situações que colocam em risco o trabalhador, condições que podem ser físicas, químicas, biológicas, ergonômicas ou facilitadoras de acidentes;

  • EPIs: são os Equipamentos de Proteção Individual, como capacetes, luvas, protetores auditivos e outros recursos que garantem a proteção física em determinadas funções;

  • EPCs: são os Equipamentos de Proteção Coletiva, que incluem exaustores, sinalização de segurança, corrimão nas escadas e demais recursos de segurança coletiva;

  • exames ocupacionais: são as avaliações clínico-epidemiológicas específicas para cada função, determinadas pelo Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Quais informações o PPRA contém?

A elaboração, implementação e aplicação desse documento acontecem a partir da Norma Regulamentadora nº 9 da Legislação Trabalhista — a famosa NR9, que tem como principal objetivo preservar a saúde e a integridade dos trabalhadores.

A estrutura básica do PPRA definida pela NR9 inclui:

  • planejamento anual com estabelecimento de metas, prioridades e cronograma;

  • estratégia e metodologia de ação;

  • forma do registro, manutenção e divulgação dos dados;

  • periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.

Como o PPRA é feito?

Agora já sabemos o que é PPRA e o que ele contém, mas você sabia que somente profissionais habilitados podem fazer o PPRA?

Esses profissionais devem ser vinculados aos Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalhao — o SESMT, incluindo Engenheiros e Técnicos de Segurança do Trabalho.

A elaboração do PPRA se dá por meio das seguintes etapas, conforme a NR 9:

  • reconhecimento de riscos ambientais;

  • estabelecimento de prioridades e metas de avaliação e controle;

  • avaliação dos riscos e da exposição dos trabalhadores;

  • implementação de medidas de controle e avaliação de sua eficácia;

  • monitoramento da exposição aos riscos;

  • registro e divulgação dos dados.

Sua validade é de um ano, mas sempre que surgirem novas funções na empresa ou novos riscos ambientais, o documento deve ser atualizado.

Conhecer mais sobre o que é PPRA e como ele é feito é interessante, não é? Ainda mais sabendo da sua importância como iniciativa para preservar a saúde e a segurança no ambiente de trabalho.

Se você gostou desse conteúdo, não se esqueça de seguir a gente nas redes sociais para não perder nenhum post e intensificar ainda mais o seu conhecimento sobre a segurança no trabalho! Estamos no Facebook e no LinkedIn!


Últimos posts




Comentários