Quais os benefícios de investir em segurança do trabalho?

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Um assunto recorrente em diversos tipos de empresas que realizam as mais distintas atividades é sempre a questão da segurança. É muito importante investir em segurança no trabalho e proporcionar um ambiente seguro para o colaborador poder exercer suas funções sem riscos à saúde.

Muito se engana quem acredita que o funcionário é o único beneficiado quando a empresa decide investir em segurança no trabalho. Ao adotar as normas estabelecidas pelo Ministério do Trabalho, a própria instituição se torna parceira de um ambiente mais saudável e com menos riscos de imprevistos. 

Mas quais são os benefícios desse tipo de investimento? Podemos citar uma infinidade de exemplos, porém, para dar uma ideia mais rápida, compilamos as razões mais importantes neste post. Confira!

Quais os benefícios de investir em segurança no trabalho?

Investir em segurança no trabalho é atuar dentro das normas exigidas por lei. Esse conjunto de regras adotadas por uma empresa tem o intuito de minimizar os acidentes, reduzir doenças ocupacionais (que causam alterações na saúde do trabalhador), proteger a capacidade de cada funcionário e alcançar diversos benefícios para a empresa, como os que você verá a seguir.

Redução de acidentes

Pode parecer clichê, mas acredite: ao colocar em prática medidas de segurança dentro do seu local de trabalho, você já adere ao principal objetivo da Segurança do Trabalho: a prevenção de acidentes. Ficando livre de possíveis eventualidades que prejudicam a integridade mental e física do seu funcionário, automaticamente já dispõe de um ambiente mais produtivo.

Algumas ações, como aplicar um EPI necessário para a execução das tarefas, podem ser essenciais para a redução dos riscos e, eventualmente, para a diminuição dos acidentes.

Organização interna da empresa

Adotar práticas relacionadas à saúde e segurança do trabalho auxiliam bastante a criar um ambiente estruturado e organizado dentro da empresa, com todos os processos e funções bem detalhados. Dessa forma, fica mais fácil identificar situações de perigo, bem como algumas que podem ser mantidas e precisam ser melhoradas, de modo a evitar acidentes com os funcionários.

Quando você deixa em ordem a segurança, mostra ao trabalhador sua preocupação e zelo pela sua vida. Uma vez bem cuidado, ele se sente mais motivado e executa melhor as suas atividades. O resultado não poderia ser diferente: mais produtividade e funcionários integrados na equipe. Isso sem contar o foco durante o trabalho.

Menos gastos

Paralelo à redução de acidentes e organização na empresa, investir em segurança no trabalho também garante menos gastos! Como isso pode acontecer? É simples. Por mais que invista em equipamentos de proteção, um local de trabalho seguro diminui as chances de riscos e, por consequência, acontecem menos acidentes, afastamentos e ações judiciais.

Ambiente saudável

Os motivos acima só podem resultar em uma ação: sua empresa se torna um ambiente vigoroso. Seu sinal de comprometimento com a saúde de cada funcionário gera uma sensação de proteção e desperta o desejo de sempre trabalhar de acordo com os cuidados e apresentar melhorias e ideias para o seu negócio.

Aumento da produtividade

Quando você investe na segurança e proteção do seu funcionário, ele se sente motivado pelo sentimento de equipe e vai se empenhar para alcançar uma boa produtividade. Isso aumenta bastante os resultados da empresa. Além de que, quando se eliminam os riscos existentes em um ambiente de trabalho, aumenta-se o foco para a produção do trabalho pesado.

Sendo assim, investir em segurança motivará os seus funcionários, promovendo um ambiente seguro onde todas as atividades podem ser feitas sem riscos, trazendo bons índices de desempenho e produtividade.

Satisfação do funcionário

Os investimentos em saúde e segurança do trabalho não vão apenas refletir na qualidade do serviço feito na sua empresa, como também na qualidade de vida e satisfação dos trabalhadores. Eles terão toda a segurança necessária para exercer suas atividades, sem riscos, desempenhando as suas funções da melhor forma.

Esse cuidado especial com a segurança mostra para os funcionários que eles são peças importantes da equipe, e que fazem toda a diferença para a empresa e, dessa forma, o mínimo que deve ser feito é sempre zelar pela segurança deles.

Fortalecimento da imagem da empresa

Ao investir em segurança no trabalho dentro da empresa você fortalecerá a imagem dela diante do mercado. Se diferencia entre todas as organizações aquela que preza pela segurança, pois valoriza tanto o funcionário quanto os serviços que são prestados. Esse tipo de ação é super positivo para a imagem da empresa.

Isso sem contar a responsabilidade social, que é um fator totalmente revelante para trazer credibilidade para as empresas. Quando se implementa ações relacionadas a saúde e segurança do trabalho, a sua organização não será bem vista apenas pela sua equipe de trabalhadores, mas também por toda a sociedade. Isso pode conquistar novos clientes para você.

Evita as multas e processos trabalhistas

Existem muitas normas regulamentadoras, portarias, instruções e artigos da CLT que regulamentam as práticas que devem ser adotadas para Saúde Ocupacional e Segurança do Trabalho. Ou seja, existe uma legislação completa que a empresa deve seguir com relação à proteção dos seus funcionários em situações de riscos.

Quando uma empresa não cumpre com essas condições que são estabelecidas, ela está sujeita a eventuais multas e processos trabalhistas. Sendo assim, é importante que as organizações estejam preparadas para as inspeções realizadas pelo Ministério do Trabalho, garantindo que não há nenhum problema nas atividades práticas. Investindo em segurança no trabalho, você acaba evitando problemas com esses órgãos ou com processos judiciais.

Mas o que é necessário para investir em segurança no trabalho dentro de uma empresa?

Conhecer sobre as normas regulamentadoras

As NRs, ou melhor, as normas regulamentadoras são responsáveis pelo desenvolvimento de obrigações e ações dentro das empresas. As primeiras normas foram aprovadas em 1978, inicialmente com 28 regras. Atualmente, o trabalhador brasileiro dispõe de 36 normas para sua proteção. Entre as principais podemos citar as seguintes.

NR-5: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes

A NR-5 prevê a criação da CIPA, que é uma Comissão Interna para Prevenção de Acidentes. O intuito da CIPA é promover a proteção da saúde dos colaboradores dentro do ambiente de trabalho. Sendo assim, as empresas devem constituir essa comissão e mantê-la sempre em funcionamento.

NR-6: Equipamento de Proteção Individual

Na NR-6 é necessário que a empresa ofereça, de forma gratuita, os equipamentos de proteção individual para cada funcionário. Também é preciso que sejam disponibilizadas capacitações para que eles saibam usar e conservar corretamente cada peça.

NR-7: Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO)

NR-7 visa prevenir e identificar, de forma precoce, doenças ocupacionais. O PCMSO tem como foco a realização de exames (admissionais, periódicos, mudança de função e demissional). 

NR-17: Ergonomia no trabalho

A ergonomia estuda as organizações que promovem interação entre humanos e máquinas. A NR-17 busca melhorar o ambiente do funcionário, oferecendo segurança e aumentando a produtividade.

NR-18: Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção

Essa norma traz as diretrizes de segurança do trabalho no ambiente da construção civil, expondo os requisitos mínimos que devem ser adotados durante uma obra, em todas as etapas de execução da edificação no canteiro.

NR-35: Trabalho em Altura

E por fim, a NR-35 traz todas as condições que devem ser adotadas para proteger o funcionário em atividades em altura, que geralmente oferecem alto risco.

Essas são apenas algumas das principais normas regulamentadoras, por isso esteja atento ao cumprimento de todas para evitar imprevistos.

Entender as funções de cada profissional da empresa

Também é muito importante entender separadamente a função de cada profissional que atua na empresa. Isso vai contribuir para uma análise detalhada de riscos e uma solução certeira para minimizar o surgimento deles.

Uma empresa de grande porte tem diversos funcionários e atividades distintas. Sendo assim, é importante avaliar todas elas, relacionado cada atividade com a Norma Regulamentadora que trata de cada função. Dessa forma, fica mais fácil adotar as condições de trabalho essenciais, distribuir os EPI’s certos para cada funcionários e, até mesmo, controlar a questão de quais as necessidades de segurança cada setor tem.

Mapear os riscos

Realizar um mapeamento dos riscos é uma medida preventiva dentro da empresa. Quando você mapeia as áreas de riscos, consegue conscientizar os funcionários a respeitos dos cuidados básicos que devem ser adotados para evitar acidentes, bem como reforçar o compromisso da empresa com relação à integridade da equipe e às normas de segurança no trabalho.

Monitorar a segurança de forma contínua

Além de implementar, é necessário também monitorar e fiscalizar todos os processos que são realizados na empresa voltados para a segurança. Essa função pode ser da CIPA, que vai sempre atuar de forma a garantir que as práticas de segurança estão sendo mantidas, os equipamentos de proteção estão sendo utilizados pelos trabalhadores, bem como as áreas de risco bem sinalizadas, etc.

Oferecer treinamentos para a equipe

Por fim, é importante que você ofereça treinamentos para toda a sua equipe de profissionais. Todos os funcionários devem estar capacitados para executar as tarefas de forma segura, de acordo com as NR’s ou outras normas técnicas especificas.

Isso vai ajudar a entender de forma mais efetiva como aplicar essas ações preventivas, bem como a forma correta de usar os EPI’s, e manter sempre um ambiente de trabalho seguro.

Lembre-se que investir em segurança no trabalho é primordial para o bom funcionamento da sua empresa.

Gostou do conteúdo? Sabia que você pode receber outras informações como essas diretamente em sua caixa de e-mail? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades sobre segurança do trabalho.

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se para receber notícias sobre Segurança e Saúde no Trabalho.
É GRÁTIS!

Mais Posts