Já ouviu falar na técnica Falaad? Saiba a importância para a gestão de riscos

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

A técnica Falaad é muito popular entre empresas que se preocupam em reduzir o número de acidentes de trabalho. Implementada nas organizações, ela oferece uma visão 360⁰ da ergonomia e dos riscos que uma área de trabalho apresenta, permitindo que os profissionais antecipem problemas e desviem deles.

Mas você sabe como ela funciona e por que é tão vantajosa para os negócios? Descubra tudo sobre a técnica Falaad e entenda como adotá-la na sua empresa agora mesmo!

O que é a técnica Falaad?

Falaad é uma sigla que resume todos os princípios dessa técnica de gestão de riscos. Cada uma das letras representa algo que precisa ser checado pelo trabalhador antes de começar uma tarefa. Frente, atrás, lados, acima, abaixo e dentro.

A execução da técnica Falaad é bastante simples e consiste em estar atento ao redor, examinando a si mesmo para realizar tarefas com mais atenção e, consequentemente, segurança. Cada uma das áreas citadas na sigla é fonte provável de um perigo para o colaborador (como a queda de materiais) e as áreas observadas também são aquelas em que mais frequentemente é feito o uso de EPI (capacetes, luvas e roupas de proteção em geral).

Por que a técnica Falaad é importante?

A técnica Falaad é um recurso importante para aumentar a segurança nas empresas porque coloca os colaboradores como protagonistas. Eles são estimulados, de maneira constante, a avaliar os ambientes em que trabalham e a identificar riscos nas tarefas que executam. Isso é especialmente importante na execução de tarefas circunstanciais, ou seja, trabalhos que não são realizados todos os dias.

São nessas tarefas que o colaborador está mais desprotegido, já que muitas vezes ele tem pouca prática ao executá-las ou não encontra no ambiente de trabalho as mesmas condições em que aprendeu a realizar uma tarefa.

Um aspecto importante da técnica Falaad é o olhar para dentro ou averiguar se há condições físicas e emocionais para desempenhar um trabalho.

Um empregado que sofreu uma perda recente ou passou por algum estresse não tem a mesma performance de quem está em suas melhores condições. E pelo fato de a técnica Falaad considerar isso ela torna os ambientes de trabalho muito mais seguros, colocando a percepção de risco não só nas mãos do técnico de segurança, mas também do indivíduo que executa as tarefas.

Como implementá-la na Segurança do Trabalho?

Gestão de riscos é o ponto mais importante da segurança do trabalho e a técnica Falaad é uma maneira de implementá-la em cada uma das tarefas executadas pelos seus colaboradores. Por isso, confira os passos para aplicá-la na empresa!

Passo 1: Verifique os riscos no ambiente

A técnica Falaad não livra o empregador da responsabilidade por acidentes de trabalho, portanto, uma avaliação de riscos preventiva deve ser feita mesmo nas tarefas eventuais.

Passo 2: Treine os profissionais

Eles devem saber o que é a técnica Falaad e como fazer a autoavaliação de risco ao executar uma tarefa.

Passo 3: Ouça o feedback dos colaboradores

Mesmo com a implementação da técnica Falaad é preciso se manter atento. O feedback dos trabalhadores sobre as tarefas de risco que executam, ajudam o técnico de segurança a implementar medidas para diminuir as chances de um acidente.

A técnica Falaad, combinada com análise preliminar de risco e treinamento de EPI aumentará bastante a segurança no ambiente de trabalho. Por isso, considere implementá-la na sua empresa e observe os resultados para que o gerenciamento de riscos possa ser feito com maior eficácia.

E aí, conseguiu entender direitinho como a técnica Falaad pode ajudá-lo a reduzir o risco de acidentes de trabalho? Ficou com alguma dúvida? Deixe um comentário!

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se para receber notícias sobre Segurança e Saúde no Trabalho.
É GRÁTIS!

Mais Posts