Luvas resistentes a corte alimentícia: entenda mais!

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Que tal ouvir este artigo? Experimente no player abaixo:


O colaborador que trabalha com vendas na indústria e que almeja obter sucesso nesse mercado, obrigatoriamente precisa se manter em constante atualização profissional. No ramo da venda de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) não é diferente. Isso porque sempre há novidades quando se trata de segurança do trabalho, como é o caso das luvas resistentes a corte alimentícia.

Deste modo, por se tratar de um equipamento de segurança essencial para o controle de riscos de trabalho associados a indústria de alimentos, bem como um produto com um ótimo potencial comercial, é interessante destacarmos o que são as luvas resistentes a corte e todas as suas funcionalidades.

Continue a leitura e confira abaixo tudo o que você precisa saber sobre o EPI luvas resistentes a corte!

O que é luva resistente a corte?

A luva resistente a corte, como o próprio nome sugere, é um EPI de elevada resistência mecânica, o qual possibilita o colaborador desempenhar com segurança atividades que representam riscos ocupacionais para as mãos (principalmente os que se relacionam ao manuseio de produtos e ferramentas cortantes).

Além disso, esse tipo de luva também tem como característica o seu desempenho satisfatório em proteção mecânica nas seguintes atividades:

  • para atividades de cortes horizontais, onde só a lâmina da faca oferece risco ao usuário. É recomendado que a luva tenha elevada proteção quando ensaiada através na Norma EN388:2016 no teste de corte de lâmina rotativa e corte TDM100;
  • para atividades de cortes verticais, onde, além da lâmina de a faca oferecer risco ao usuário, a ponta também poderá perfurar e gerar acidente de corte. É recomendado que a luva tenha boa proteção quando ensaiada através das Normas AFNOR NF.S.75002 ou ISO 13999.

Já em relação ao material da luva, cabe destacar que ela é composta por fios sintéticos de alta tecnologia com propriedades bacteriostáticas, o que permite o processo de sanitização e esterilização com agentes/soluções bactericidas ou similares.

Outro ponto que merece ser pautado é a possibilidade que a luva resistente a corte dá aos seus usuários de trabalharem com uma outra luva sobreposta, proporcionando assim melhor nível de destreza e retardando o processo de fadiga das mãos.

Em que ambiente de trabalho ela é mais aplicada?

Esse equipamento de proteção é muito bem indicado para qualquer atividade ocupacional que exija do colaborador o manuseio constante de ferramentas/peças cortantes. Desse modo, um dos setores que mais utilizam as luvas resistentes ao corte é o ramo da fabricação de produtos alimentícios, principalmente dentro dos frigoríficos.

Em vista disso, esse EPI é extremamente recomendado em atividades que necessitam da manipulação e separação mecânica de qualquer alimento, protegendo assim os colaboradores tanto dos agentes mecânicos da faca ou outra ferramenta de corte, quanto em relação aos agentes contaminantes do alimento.

Outro setor que também utiliza com frequência esse equipamento é o metalúrgico, já que nesse ramo há várias atividades que demandam o manuseio de peças pontiagudas e com rebarbas.

Quais as suas funções?

Dentre as funções desse equipamento de proteção, podemos citar:

  • proteger o colaborador contra risco físico de corte durante o manuseio de ferramentas e alimentos;
  • proporcionar conforto térmico durante as atividades manuais, visto que a temperatura dos alimentos processados fica geralmente entre 4 °C a 8 °C;
  • ser maleável, permitindo que o colaborador realize com facilidade todos os movimentos necessários para a execução do trabalho.

Como conscientizar os colaboradores quanto ao seu uso?

Mais de 25% dos acidentes de trabalho que ocorrem no Brasil estão relacionados aos membros superiores. Infelizmente esse número é ainda maior quando restringimos essa análise apenas nos postos de trabalho em frigoríficos, alcançando mais de 60% do total.

Por isso, é imprescindível que as empresas promovam internamente campanhas para a conscientização dos colaboradores quanto ao uso de luvas e outros EPI’s.

Como atividades para conscientização da equipe de trabalho podemos destacar:

  • abordar as vantagens do uso de EPI’s na Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (SIPAT);
  • promover ao menos um dia de conscientização da proteção das mãos, informando tudo sobre os devidos riscos ocupacionais;
  • organizar rodas de conversa entre a equipe de trabalho, de forma a promover o compartilhamento de experiências sobre os ambientes/atividades de risco da empresa;
  • afixar nas dependências da empresa cartazes e murais com informações sobre o uso correto de EPI’s e os seus benefícios;
  • criar uma política interna de facilitação ao acesso das informações, possibilitando que toda a equipe de trabalho fique por dentro do assunto.

Qual a sua importância?

Como percebemos acima, é inimaginável um colaborador que atue em um frigorífico desempenhar seu trabalho sem a utilização de uma luva resistente a corte.

Por isso, o fator mais importante no uso desse EPI, sem dúvida, é o combate contra o elevado número de acidentes de trabalho nesse setor. Além disso, vale ressaltar a importância da luva na garantia do conforto do colaborador, visto que as atividades em questão são impraticáveis na ausência de uma adequada luva de segurança.

Como argumentar na hora da venda desse EPI?

O profissional que trabalha com vendas de EPI precisa estar muito bem informado sobre as tendências do mercado em relação às novidades sobre equipamentos de proteção.

Para quem deseja alcançar bons resultados nas vendas de luvas resistentes a corte, é interessante ressaltar para os clientes que elas são fabricadas a partir de um material sintético de alta tecnologia, que além de controlar os riscos físicos, também tem propriedades bacteriostáticas, reduzindo assim as chances de contaminação do alimento.

Portanto, agora que você já sabe o que é luva resistente a corte alimentícia, bem como as suas funcionalidades, fica mais simples de perceber o quão importante esse equipamento de proteção individual é para a garantia da segurança das mãos. Cabe enfatizar ainda que a compra desse EPI jamais deve ser encarada como um custo, mas, sim um investimento, já que ele beneficia diretamente a segurança e o conforto no trabalho.

Está procurando por luvas resistentes a corte alimentícia? Então entre em contato conosco e conheça todas as vantagens que a Volk do Brasil consegue oferecer para os seus clientes!

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se para receber notícias sobre Segurança e Saúde no Trabalho.
É GRÁTIS!

Mais Posts