Imagem: Logo Volk do Brasil
Publicado em 16/04/2020

Descubra como surgiu o EPI e quais foram os primeiros equipamentos


como surgiu o EPI

Como surgiu o EPI? A história dos equipamentos de proteção individual se confunde com a da indústria, sendo a Revolução Industrial a principal responsável pela criação desses itens.

Quando o ambiente fabril se tornou o padrão e o trabalho no campo deixou de ser comum, a incidência de acidentes de trabalho que podiam ser correlacionados a causas diretas se proliferou e os esforços para tentar reduzi-los também. Afinal, acidente de trabalho significa taxas maiores de absenteísmo e redução na produtividade.

Para ensinar como surgiu o EPI resolvemos mostrar para você alguns dos equipamentos de proteção individual do passado. Confira no guia!

Capacetes

Embora os EPIs possam ser conectados diretamente à Revolução Industrial, algumas profissões já tinham equipamentos de proteção individual a sua disposição há bastante tempo.

Esse é o caso dos soldados medievais que ganharam eficiência nos campos de batalha graças a um EPI: o capacete. Forjados em metais, os capacetes evitavam tanto que o soldado se machucasse com o impacto das espadas, quanto que se ferisse gravemente ao cair do cavalo.

Calçados de proteção

Os calçados de proteção foram alguns dos primeiros EPIs a serem criados, pouco tempo depois da invenção do chão de fábrica. Mas, até a década de 1960, eles eram chamados de “Chanca” e apresentavam muitas desvantagens que desmotivavam o seu uso pelos colaboradores.

Pesados e desconfortáveis, eles protegiam do chão quente das fábricas, mas causavam dores e lesões. Durante a década de 1960, esses itens foram substituídos pelas botas de borracha, graças à expansão da popularidade da extração do látex.

Óculos de proteção

Boa parte dos EPIs não para de evoluir com o tempo, já que a invenção de novas técnicas e a descoberta de materiais mais eficientes para proteção individual é um processo contínuo. Um dos EPIs que melhoraram muito nos últimos anos graças à tecnologia foram os de proteção visual.

Até a década de 1980, no Brasil, eram vendidos apenas modelos com hastes em metal ou acetado e lentes em vidro temperado. Recentemente, a preocupação com o design e com o conforto oferecido por este EPI, porém, motivaram uma mudança drástica em como são feitos os óculos de proteção e há vários modelos e materiais para se escolher.

Vestimentas de proteção

O pós-guerra revelou-se um momento particularmente oportuno para o avanço no uso de tecnologia nos EPIs. Mas foi apenas no ano de 1965 que as vestimentas de proteção ganharam fibras poderosas o suficiente para suportar altas temperaturas, calor e até chamas.

As fibras DuPont™ Nomex® foram criadas para uso especial da marinha americana, mas hoje fazem parte dos equipamentos que protegem muitos profissionais, como bombeiros, militares, policiais e até profissionais da indústria que precisam interagir com o fogo no dia a dia.

Desde que surgiram, os equipamentos de proteção individual pautaram a maneira como disciplinas como a Segurança do Trabalho são vistas. Se, no passado, eles eram ocorrência rara no ambiente de trabalho, hoje são obrigatórios e há Leis que instituem como o seu uso deve ser feito nas empresas. Saber como surgiu o EPI é um conhecimento interessante para lembrar-se todos os dias da importância desses equipamentos nas organizações.

Gostou de conhecer como surgiu o EPI e aprender um pouco mais sobre a história dos equipamentos? Então continue a sua leitura e confira os principais direitos e deveres em relação a EPI.


Últimos posts