Luvas para solda: o que você deve saber sobre esse tipo de luva

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Que tal ouvir este artigo? Experimente no player abaixo.

A luva para soldador é um dos EPIs mais importantes para garantir a segurança no trabalho com solda. Mas afinal, o que é esse equipamento de proteção individual e como ele garante a segurança do usuário durante a execução das suas atividades?

As luvas para solda são especiais, projetadas para proteger contra agentes térmicos nocivos à saúde, como o calor excessivo encontrado em vários dos processos de soldagem. Neste artigo, falamos melhor o que é esse EPI, como ele é utilizado e que proteções traz para o usuário. Vamos conferir?

O que são as luvas para solda?

Existem vários tipos de luvas na categoria EPI, e cada uma delas é voltada para um mercado específico, considerando os riscos e a natureza das atividades executadas em determinada indústria. As luvas para solda têm como característica ser uma das mais resistentes contra agentes térmicos.

Tudo isso só é possível porque elas são feitas com material de alta qualidade. Raspa, vaqueta e couro, além do kevlar, são alguns dos componentes das luvas para soldador encontradas no mercado.

Essas luvas recebem tratamento térmico, reforço palmar e elástico para garantir mais conforto ao usuário, além de costuras internas e externas que reforçam a pegada e garantem mais precisão nos movimentos. Na hora de adquirir esse item, lembre-se de informar ao seu fornecedor de EPI que ele será utilizado para solda.

Outras indústrias utilizam os materiais que citamos aqui para reforçar as suas luvas, mas com objetivos distintos. A luva de soldador, porém, é a única que contará com a combinação de proteção térmica e contra abrasivos, escoriantes, cortantes e respingos, que são naturais no processo de soldagem. Outras luvas de couro e raspa, que não foram desenhadas especificamente para essa atividade, não oferecerão a mesma segurança.

Quais os riscos do trabalho com solda?

O trabalho com solda é bastante complexo e perigoso. Isso porque o profissional fica exposto a diversos tipos de risco. Entre eles:

  • ruídos e vibrações;
  • queimaduras;
  • pouca visibilidade;
  • choque elétrico;
  • desconforto térmico, causado pela alta temperatura;
  • quedas de objetos, entre outros.

Por isso, é preciso que a empresa conte com um profissional de Segurança do Trabalho, a fim de compreender melhor os riscos físicos (raios ultravioletas, infravermelho etc.) e químicos (chumbo, manganês, ferro etc.).

Além desses, existem outras ameaças químicas no estado gasoso. Entre elas, fluoreto de hidrogênio, óxido de manganês e óxido de nitrogênio.

Contudo, quando se utiliza a luva para soldador, é possível evitar muitos desses problemas, visto que terá mais segurança na execução dos procedimentos, evitando acidentes de trabalho. A seguir, você também poderá conferir outros motivos pelos quais o uso da luva para soldador é indispensável.

Quais os benefícios das luvas para soldador?

A luva para soldador oferece uma série de benefícios aos utilizadores. Nos tópicos abaixo, analisamos como as luvas da linha Weld, da Volk do Brasil, podem ajudar a melhorar a segurança do trabalho na sua empresa. As seguintes características dizem respeito às luvas Weld Master, Premium e Smart.

Alta qualidade

O principal benefício das luvas da linha Weld é a sua alta qualidade. Os tratamentos específicos dados ao couro, bem como às costuras especiais utilizadas pela Volk do Brasil, dão ao material mais durabilidade e melhor desempenho.

Conforto para o usuário

A qualidade dos materiais da estrutura e da formação interna proporciona, ainda, um benefício adicional: o maior conforto para o usuário. Esse é um fator importante na utilização de um EPI e pode fazer toda a diferença nos resultados em segurança do trabalho na sua empresa.

Um funcionário que se sente desconfortável com uma luva apertada ou folgada demais, por exemplo, estará mais propenso a deixá-la de lado nas suas atividades, submetendo-se a mais risco do que o necessário para concluí-las.

Segurança na soldagem

Os acidentes com solda podem causar desde cicatrizes até amputações. Por isso, as empresas devem se preocupar especialmente com a segurança nessa atividade. Reduzir a exposição dos seus colaboradores a riscos tornará os processos de solda na sua empresa mais eficientes e precisos.

Quando e onde a luva para soldador é usada?

As luvas de soldador são utilizadas sempre que é preciso unir metais da mesma liga ou de ligas diferentes. As indústrias que mais comumente têm demanda por esse tipo de trabalho são:

  • automotiva;
  • aeronáutica;
  • naval;
  • ferroviária;
  • metalurgia;
  • metalmecânica;
  • siderurgia;
  • mineradoras;
  • indústrias high-tech, de eletrodomésticos e de instalação industrial.

Isso não exclui o fato de que, em algumas circunstâncias, empresas de outros segmentos podem precisar de processos de soldagem — e também devem utilizar o EPI. O processo de soldagem, ao contrário do que se imagina, é bastante complexo, e existem vários níveis de risco diferentes para os soldadores.

Um desses desempenhos é o calor de contato, medido utilizando uma escala dividida em 4 estágios, segundo os parâmetros definidos na Norma EN407, que são:

  • nível 1 — calor de contato de 100ºC por até 15 segundos;
  • nível 2 — calor de contato de 250ºC por até 15 segundos;
  • nível 3 — calor de contato de 350ºC por até 15 segundos;
  • nível 4 — calor de contato de 500ºC por até 15 segundos.

As luvas de solda são utilizadas quando há calor de contato de, pelo menos, nível 1. Contudo, os processos de soldagem em uma empresa podem oferecer riscos de até nível 4. Em todas essas situações, é recomendado que o colaborador esteja munido do EPI correto e siga as instruções de uso da luva.

Quais são as consequências de não fazer uso desse tipo de EPI?

Quando as luvas para soldador não são utilizadas pelos colaboradores da empresa, eles estão correndo risco de ser acometidos por diversos tipos de acidentes de trabalho. Isso porque boa parte das lesões tendem a acontecer por danos nas mãos, braços e antebraços, provocados por perfuração, choque, queimaduras e contato com produtos químicos.

Esses acidentes podem causar desde pequenas consequências, como podem trazer consequências definitivas na vida dos funcionários. Dessa forma, poderá haver a necessidade de o profissional se ausentar do seu trabalho, além de ter sua qualidade de vida comprometida.

Esse problema também gera impacto no caixa da empresa, que deve se comprometer a dar toda assistência médica e financeira à pessoa que foi lesionada no trabalho. Da mesma forma, poderá sofrer penalizações por não cumprir com as exigências de segurança do trabalho de sua equipe.

Como escolher a luva para soldador?

Agora que você já sabe tudo que precisa sobre como a luva para soldador funciona e protege os usuários, é hora de descobrir como encontrar no mercado o modelo mais indicado para garantir a segurança dos seus profissionais. Confira algumas dicas!

Durabilidade

Uma boa luva de solda deve oferecer o máximo de durabilidade possível. Para serem duráveis, as luvas devem ser feitas com materiais de qualidade e alto desempenho.

Um bom fornecedor de EPI será seu maior parceiro na hora de encontrar a marca certa de luvas de solda, pois ele estará apto a responder as suas perguntas sobre o desempenho esperado do material escolhido com precisão.

Documentação legal

As luvas de solda são EPIs e, portanto, precisam ter Certificado de Aprovação. Essa é a documentação legal que garante que um equipamento de proteção individual cumpre com o seu propósito.

Nesse caso, a luva para soldador deverá ser aprovada nos ensaios com a finalidade de mitigar os agentes mecânicos EN 388, agentes térmicos (calor) EN 407 e operações de soldagem EN 12.477. Não compre sem antes consultá-los, e armazene esse documento para apresentar aos fiscais de segurança do trabalho, se solicitado.

Quais os outros itens indispensáveis para quem executa o trabalho com solda?

As luvas para solda são apenas alguns dos EPIs utilizados pelo soldador. Além desses, também existem a proteção para os braços (mangotes de segurança), para as pernas (perneiras), para os pés (botas de segurança) e o avental, bem como a máscara de solda.

Outros itens também podem ser utilizados, como os protetores auditivos, em caso de ruídos no ambiente durante a operação de soldagem, e o respirador do tipo filtro PFF2, que protege contra névoas, poeiras e fumos metálicos. Assim, todos esses itens compõem o kit completo de equipamentos de proteção individual.

Utilizados em conjunto e de acordo com as recomendações do fabricante, esses EPIs são capazes de diminuir os índices de acidentes de trabalho com solda em uma empresa. Da mesma forma que ajuda o negócio a ser reconhecido no mercado de atuação por ser comprometido com a saúde e a qualidade de vida do trabalhador.

Contudo, para que o trabalho de sua equipe seja executado com eficácia, é importante investir em luva para soldador de qualidade e que realmente traga a proteção necessária para os profissionais da empresa. Um exemplo do que estamos falando são as luvas para solda da VolK do Brasil.

A empresa está no mercado há mais de 20 anos, oferecendo diversos equipamentos de proteção individual, com foco em mãos e respiradores que são referência no mercado de atuação. Além disso, na hora de adquirir os itens disponibilizados por essa organização, também poderá contar com um grande diferencial: o atendimento eficiente e que visa a solucionar todas as dúvidas dos consumidores com a atenção que você merece. 

Gostou de conhecer um pouco melhor sobre a luva para soldador? Como mencionamos ao longo do artigo, existem vários modelos e categorias diferentes de luvas de segurança, cada um indicado para um tipo de trabalho específico. Então, para conhecê-los melhor, acesse o nosso site e confira todos os produtos ofertados pela Volk do Brasil!

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se para receber notícias sobre Segurança e Saúde no Trabalho.
É GRÁTIS!

Mais Posts