Quando é preciso utilizar óculos de proteção com grau? Saiba!

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Os óculos de proteção com grau são equipamentos de proteção individual (EPIs) recomendado para os colaboradores que precisam dos óculos de grau durante o trabalho, mas que devem usar dispositivos para garantir sua saúde, segurança e integridade física durante o exercício das funções.

No entanto, uma dúvida comum está ligada às diferenças entre os óculos de proteção tradicional e os de grau, o que pode afetar na implementação de medidas necessárias para a prevenção de acidentes. Por esse motivo, preparamos este conteúdo para esclarecê-las.

Confira!

Qual a diferença entre os óculos de proteção tradicional e os óculos de proteção com grau?

Existem algumas diferenças entre esses dois tipos de óculos e, para realmente garantir a proteção dos funcionários, é importante conhecê-las:

  • óculos de proteção tradicional: é o mais comum desse tipo de EPI, podendo ser encontrado a partir de diferentes cores de lentes. O que vai depender da intensidade luminosa a qual o trabalhador se submeterá no decorrer do trabalho;
  • óculos de proteção com grau: é um EPI que apresenta graduação de lente específica para profissionais que apresentam algum problema de visão, como hipermetropia ou miopia. O que será de acordo com o grau identificado em exame oftalmológico e receita médica.

Quando é indicado o uso desse produto?

De acordo com a NR 6, a empresa é obrigada a fornecer aos colaboradores, gratuitamente, o EPI apropriado ao risco, bem como:

  • enquanto as medidas de proteção coletiva estiverem sendo implementadas;
  • sempre que as práticas de ordem geral não ofereçam total proteção contra os riscos de acidentes ou doenças do trabalho;
  • para atender a casos de emergência.

Em relação aos óculos de proteção com grau, a norma se aplica aos trabalhadores que precisam usar óculos com grau. Dessa forma, ele deve receber um EPI que sobreponha os óculos perfeitamente ou com armação interna, na qual a lente de grau poderá ser inserida.

Sendo assim, é um modelo indicado para profissionais que realizam atividades de risco de forma frequente e que, por alguma causa, não se adaptaram ao tipo de óculos de sobreposição.

Óculos vvision 300
Óculos de sobrepor da Volk do Brasil

Então, os óculos de proteção com grau ao mesmo tempo que corrigem a visão do funcionário, também oferecem a proteção necessária contra impactos, partículas, poeiras, bem como propicia mais conforto e bem-estar para o profissional que tem limitação na visão, o tornando mais capaz e produtivo.

Quais procedimentos são importantes antes de disponibilizar esse tipo de EPI?

Antes de fornecer os óculos de proteção com grau ao trabalhador, é preciso tomar certos cuidados:

  • o trabalhador deve fazer consulta prévia com um médico oftalmologista para identificar o problema e o grau apropriado para correção;
  • validade da receita, já que o ideal é que ela tenha menos de 6 meses de emissão;
  • conhecimento dos riscos no ambiente de trabalho, por exemplo, luminosidade intensa, partículas volantes, radiação ultravioleta etc;
  • Certificado de Aprovação (CA), que é uma exigência da norma em relação a esse tipo de óculos.

Como você pôde perceber, os óculos de proteção com grau são tão necessários como os demais EPIs. Por esse motivo, é necessário averiguar quais colaboradores precisam desse cuidado especial para desenvolver suas funções, tomar todas as providências apropriadas e, assim, trabalhar com a devida segurança à sua saúde e a integridade física.

Este artigo foi útil para você? Então, curta agora mesmo as nossas redes sociais e receba informações interessantes sobre outros assuntos! Estamos no Facebook, Instagram e LinkedIn!

Inscreva-se em nossa Newsletter

Cadastre-se para receber notícias sobre Segurança e Saúde no Trabalho.
É GRÁTIS!

Mais Posts