Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 13/03/2019

EPI para coleta de lixo: quais são os itens de uso obrigatório?


Você sabia que, atualmente, o Brasil gera cerca de 9,9 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano? Esses resíduos precisam passar pela coleta adequada, seja para reciclagem, seja para despejo final. Para que esse trabalho possa ser executado da melhor maneira possível, é necessário que todos os colaboradores utilizem o EPI para coleta de lixo.

Os resíduos sólidos encontrados durante uma coleta podem representar riscos graves à saúde humana, já que ao desempenhar essa tarefa há ameaças físicas (cortes, lesões e perfurações nas mãos), químicas (irritações de pele e intoxicação por materiais corrosivos) e biológicos (infecções e contaminação ao contato com resíduos orgânicos).

Para garantir a saúde e o bem-estar do colaborador, é importante que ele saiba usar o Equipamento de Proteção Individual (EPI) corretamente e a manter o bom estado de conservação desses materiais.

Neste post, você vai entender melhor essas questões e conhecerá quais são os EPI's de uso obrigatório para coleta de lixo. Continue a leitura e tire suas dúvidas.

A importância de usar EPI's

Identificada alguma tarefa de risco, seja ela na indústria automobilística, seja na indústria alimentícia, é preciso que tanto equipamentos de proteção quanto medidas de segurança sejam cuidadosamente avaliados.

Nesse cenário, a relevância dos EPI's vai muito além de evitar acidentes de trabalho, afinal, eles também estão relacionados ao bem-estar dos colaboradores e à garantia da produtividade. Um colaborador que trabalha com botas desgastadas e desconfortáveis, por exemplo, certamente não conseguirá entregar todo o seu potencial com qualidade.

Os riscos da coleta de lixo

Há diferentes riscos para um colaborador que trabalha na coleta de lixo, logo, o uso do EPI é fundamental para minimizar essas ameaças.

Risco físico

O risco físico é caracterizado pelos resíduos que podem cortar, perfurar, lesionar ou esmagar. Tratando-se de lixo, é com muita frequência que esse tipo de material é despejado e necessita ser coletado. Latas de alumínio, barras de ferro e sucatas são alguns exemplos.

Risco biológico

O risco de origem biológica é encontrado, principalmente, em lixos hospitalares e de laboratórios. Materiais descartáveis utilizados em procedimentos cirúrgicos (luvas, seringas, máscaras etc.) são os grandes responsáveis pela contaminação dos colaboradores da coleta por bactérias, vírus e fungos.

Risco químico

Resíduos que expelem fluídos corrosivos (carcaça de motores elétricos, máquinas hospitalares e eletrônicos em geral) podem facilmente ocasionar lesões na pele, danos ao sistema respiratório e irritações oculares.

Dessa forma, para evitar o contato direto com esse tipo de resíduo químico e, consequentemente, a intoxicação, o colaborador deve ficar atento para os EPI's designados para essas tarefas.

Os EPI's de uso obrigatório para coleta de lixo

A seguir, você vai conhecer os principais equipamentos de proteção que devem ser usados por quem trabalha na coleta de lixo.

Máscara facial

Comercializada a partir de vários tamanhos e modelos, a máscara facial tem como finalidade envolver o rosto do colaborador para protegê-lo de respingos ou micropartículas em geral. Ao manusear resíduos que lançam partículas nocivas à saúde, a utilização de uma máscara facial é indispensável.

Mangotes

O mangote protege os membros superiores em qualquer tarefa que envolva manuseio constante com o lixo e que ofereça risco de corte e contaminações.  

Macacão de segurança

Este EPI é comumente usado pelos colaboradores que entram em contato com o lixo de maneira mais direta, ou seja, quando não somente os membros superiores estão expostos, mas todo o corpo.

Há atividades de coleta que exigem a caminhada do colaborador sobre montanhas de resíduos. Nessas ocasiões, o contato do corpo com o lixo é inevitável. Para essas tarefas, o macacão é essencial e faz a devida proteção.

Respiradores

Diferentemente das máscaras, os respiradores, além de isolarem o rosto do colaborador, têm filtros capazes de melhorar a qualidade do ar. Durante a coleta de lixo, é comum que a qualidade do ar esteja em um nível prejudicial à saúde. Sendo assim, é necessário que um filtro seja utilizado para a permanência segura no local.

Calçados fechados

Um calçado de couro fechado (botina) garante uma boa locomoção e proteção aos pés. Além da segurança para com objetos cortantes, cabe destacar o importante papel das botas em evitar escorregões e quedas, isso devido ao seu solado antiderrapante.

Luvas

É um dos principais EPI's para coleta de lixo, uma vez que grande parte desse trabalho é feito manualmente. Há diferentes modelos de luvas no mercado — e o uso desse equipamento de proteção está relacionado com o tipo de risco identificado (físico, biológico ou químico).

A qualidade dos EPI's

Já sabemos que recorrer aos EPI's é uma medida eficaz para evitar acidentes de trabalho e garantir a qualidade de execução das tarefas. Por outro lado, é bom ficar atento para a procedência dos equipamentos de proteção, pois não adianta saber especificar o EPI correto, mas comprá-lo em locais duvidosos.

Verificar a certificação de segurança (que atesta a qualidade e eficiência do equipamento em questão) é fundamental, uma vez que EPI's de má qualidade podem acarretar graves acidentes de trabalho.

A importância dos treinamentos

Manter o setor de Segurança do Trabalho atualizado e por dentro das tendências do mercado é imprescindível e deve fazer parte da metodologia de trabalho de uma empresa séria.

O ideal é que técnicos e engenheiros em segurança do trabalho realizem treinamentos com as suas equipes, visando conscientizá-las e torná-las aptas a enfrentarem situações de perigo iminente.

EPI's e as normas regulamentadoras

De acordo com a Norma Regulamentadora 6 (NR 6) é de inteira responsabilidade do empregador a disponibilização de todos os equipamentos de proteção para os colaboradores. Além disso, caso seja necessário a reposição de algum equipamento, isso deverá ser feito de maneira gratuita e imediata.

Outro ponto importante a ser destacado na NR 6 é a fiscalização que deve ser feita também pelo empregador. Em outras palavras, caberá a ele viabilizar meios legais de verificação do uso correto dos EPI's por parte de seus colaboradores.

Deste modo, é fácil perceber o quão relevante é a utilização do EPI para coleta de lixo, tanto para evitar acidentes de trabalho quanto para aumentar a produtividade. Vale ressaltar também que em caso de dúvidas em relação às medidas de segurança, a busca por uma equipe profissional e capacitada sempre será a escolha mais prudente.

Se você está precisando de EPI's ou orientações sobre o assunto, entre em contato conosco e confira a nossa linha completa de equipamentos.


Últimos posts




Comentários