Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 23/04/2019

Aumentar as vendas: saiba como utilizar estratégias de logística nos negócios


,

Cada vez mais os processos logísticos têm sido protagonistas no sucesso empresarial, especialmente quando o foco é o público B2B. Adotar estratégias de logística para melhorar a gestão de prazos, a cadeia de suprimentos e a organização de estoque é, inclusive, um caminho para aumentar as vendas.

Por isso, preparamos um post com boas práticas para otimizar sua gestão de entregas. Antes, porém, queremos explicar o que é a logística e qual é a sua importância nos negócios, especialmente na área de revendas. Acompanhe!

O que é logística?

Logística é tudo o que tem a ver com o planejamento, a execução e o acompanhamento de entregas. Para tanto, essa área também precisa cuidar da cadeia de suprimentos, do controle de estoque e do armazenamento de mercadorias. Entre os principais processos logísticos estão:

  • a compra de materiais;

  • o armazenamento de mercadorias;

  • a distribuição, incluindo preparo, embalagem e despacho;

  • o transporte dos produtos;

  • o controle de recebimentos.

Tudo faz parte de um ciclo que começa antes mesmo da confirmação de pedido por parte do cliente. Também podemos colocar na conta os procedimentos relacionados às trocas e devoluções. Erros em alguma das etapas são prejudiciais para o andamento dos demais processos, por isso, a gestão eficiente é tão necessária.

Qual é o impacto da logística em revendas?

Se você acha que a logística não tem tanto impacto nas suas vendas, é melhor repensar. O público-alvo de uma revenda é o B2B, ou seja, o business to business: uma empresa vendendo para outra empresa. Quando o consumidor é pessoa física, as compras costumam ser mais esporádicas, mesmo entre os clientes fiéis.

Então, mesmo que a agilidade na entrega continue sendo importante, se o produto for de boa qualidade, dificilmente um dia a mais ou a menos no prazo será um fator determinante para a perda de um cliente. Agora, quando seu consumidor é uma pessoa jurídica, as coisas mudam de figura.

Uma empresa normalmente é mais criteriosa na escolha de seus fornecedores. Afinal, ela tem um estoque para cuidar e não pode deixar seus funcionários sem EPIs ou usar itens com certificados de aprovação vencidos. Nesse caso, ela sempre prezará pelo comprometimento de entrega da revenda.

Um único atraso pode ser decisivo para que você perca um cliente. Mais que isso, se conseguir otimizar sua gestão de prazos e, com isso, diminuir o tempo de entrega, pode atrair mais consumidores. Ainda, uma boa gestão logística também impede problemas no armazenamento de mercadorias.

Assim, você não corre o risco de faltas imprevistas e, consequentemente, de ficar com a encomenda incompleta na data planejada. O contrário é igualmente importante: não ter produtos sem rotatividade no seu estoque garante mais agilidade nos demais processos, especialmente no seu gerenciamento de compras.

Como melhorar a logística na sua revenda?

Agora que você já percebeu como a logística faz diferença nos resultados de um negócio, ainda mais na área de revendas, está na hora de melhorar esse aspecto na sua loja. Veja algumas estratégias logísticas para aumentar as vendas!

Tenha um detalhado controle de estoque

Ter controle do seu estoque é fundamental para que não haja faltas ou sobras. Nesse sentido, você precisa pensar em dois aspectos: o gerenciamento de mercadorias e a organização física. Em relação ao primeiro, faça um inventário detalhado e registre exatamente todos os itens que entram e saem — use planilhas ou softwares para isso.

Já na configuração física do ambiente em que as mercadorias ficam armazenadas, faça o possível para otimizar a organização: pense em grupos e categorias, separe os corredores, disponha os itens verticalmente e tenha um sistema de sinalização, com placas e etiquetas.

Otimize a cadeia de suprimentos

Fazer uma boa gestão da cadeia de suprimentos — em inglês, o conhecido supply chain — é uma das estratégias de logística mais importantes para otimizar todos os processos. O primeiro passo é identificar fragilidades em alguma destas áreas:

  • comprometimento dos fornecedores;

  • qualidade e resistência dos produtos;

  • integração de setores, como vendas e marketing.

Uma dica de ouro, que vale especialmente para melhorar o gerenciamento de compras, é operar com previsões de demanda, isto é, fazer encomendas de acordo com suas reais necessidades. Assim, você evita desperdícios e trabalha com processos mais enxutos e eficazes.

Monitore o setor de transportes

Monitorar o transporte dos produtos é importante por dois motivos: para alinhar melhor a gestão de prazos e para ter um relacionamento com o cliente mais dinâmico e transparente. Para tanto, tenha um bom sistema de acompanhamento de cargas.

Seja por veículos próprios, seja por frotas terceirizadas, é essencial ter uma troca de informações hábil. Vale a pena investir em softwares de rastreamento, estudar possibilidades de rotas e cuidar da comunicação entre os motoristas e a central de transportes — aposte em ramais móveis e em treinamentos padronizados.

Pratique a logística reversa

A logística reversa é a bola da vez e, se implementada no seu negócio, é um passo certeiro para aumentar as vendas. A palavra-chave dessa metodologia é sustentabilidade: a gestão de distribuição busca diminuir descartes e reforçar a responsabilidade pelo ciclo de vida dos produtos.

Na prática, ela trata de:

  • retornar resíduos provenientes do transporte para o reuso ou descarte adequado;

  • reduzir o consumo de matérias-primas nas etapas de distribuição;

  • adotar tecnologias limpas nos processos logísticos;

  • usar embalagens recicláveis etc.

Hoje em dia, mostrar comprometimento com as causas ambientais e sociais é um grande diferencial competitivo — e as empresas sabem disso. Por isso, um público B2B engajado com essa tendência buscará fornecedores alinhados aos valores sustentáveis.

Invista em uma comunicação dinâmica

Por fim, invista em uma comunicação dinâmica e transparente com o consumidor. Assim que o pedido for confirmado, dispare avisos sobre todas as etapas. Nada mais justo, afinal, você assume o papel de responsável por produtos que já não são mais seus, mas sim do cliente que já efetuou o pagamento.

Por isso, tenha um sistema on-line de consultas sobre o rastreio da encomenda ou trabalhe com transportadoras que oferecem esse recurso. Além disso, também dedique esforços ao pós-venda: entre em contato para confirmar o recebimento do pedido, faça pesquisas de satisfação e seja solícito em casos de trocas e devoluções.

Com essas estratégias de logística, sua gestão de entregas certamente trará bons resultados. Desse modo, você não só conseguirá fidelizar clientes atuais com um excelente serviço até a chegada da encomenda, como conseguirá se destacar da concorrência e aumentar as vendas.

Para ficar por dentro de outras dicas para sua revenda de EPIs, siga nossas páginas no Facebook e no LinkedIn e acompanhe as atualizações!


Últimos posts




Comentários