Imagem: Logo Volk do Brasil
Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança. Banner: Baixe grátis o Guia de Luvas de Segurança - Aprofunde seu conhecimento sobre o vasto mundo das luvas de segurança.
Publicado em 14/12/2018

Saiba como identificar e prevenir a perda auditiva relacionada ao trabalho


Principalmente no setor da indústria, é comum que os trabalhadores lidem com a exposição a sons altos e vibrações intensas. Assim, se não houver um alinhamento da função com políticas de segurança adequadas, a Perda Auditiva Induzida por Ruído (PAIR) pode afetar a saúde dos funcionários.

O comprometimento da audição ocorre de forma progressiva, gradual e irreversível. Devido a isso, é essencial que os sintomas sejam rapidamente identificados, de modo que o problema não avance ainda mais. As perdas mais agressivas prejudicam seriamente a qualidade de vida do trabalhador e podem impossibilitar a atuação profissional.

Por isso, o assunto é muito importante! Acompanhe este post e tire suas dúvidas acerca da identificação da PAIR e as principais formas de prevenção do problema!

Como identificar a perda auditiva relacionada ao trabalho?

A PAIR é especialmente comum nas áreas de siderurgia, metalurgia, transportes, agricultura e construção civil. Isso porque os trabalhadores desses segmentos específicos são mais expostos a ruídos ambientais e vibrações que podem afetar os canais auditivos. Os principais sintomas são:

  • dificuldade na compreensão da fala;

  • zumbido no ouvido;

  • tonturas e dores de cabeça frequentes;

  • incapacidade de identificar a origem de fontes sonoras;

  • alterações no sono;

  • intolerância a sons intensos.

Se o colaborador identificar um ou mais desses sinais, a conduta indicada inclui comunicar os superiores para que possam encaminhá-lo à área de Saúde e Segurança no Trabalho. Normalmente, são providenciados exames audiométricos para confirmar o problema e, em caso mais graves, o afastamento das funções.

Como evitar esse problema?

Assim que é feita a identificação da PAIR, é necessária uma revisão nos procedimentos de trabalho. Afinal, se um trabalhador teve perda auditiva, é um indicativo de que há inconformidades no tempo de exposição aos ruídos ambientais e/ou vibrações, ou, ainda, nas medidas de segurança.

A melhor forma de evitar que o problema ocorra novamente ou se agrave é investir na Segurança no Trabalho. Por isso, é importante manter o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) sempre atualizado, além de revisar o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Uso de EPIs

O uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) é certamente o maior aliado nesse sentido. Se a função oferece riscos ambientais relacionados à audição, é imprescindível que o funcionário faça uso de protetores auriculares ou abafadores de ruídos durante sua jornada de trabalho.

Além do fornecimento dos EPIs ser uma obrigação do empregador, os itens precisam ter qualidade comprovada para serem capazes de proteger a integridade física do trabalhador. Então, é importante fazer auditorias regulares nos Certificados de Aprovação (CA) para garantir que os equipamentos estejam em dia.

Conscientização dos funcionários

Mais do que fornecer EPIs, os funcionários devem ser orientados para usá-los com frequência e de maneira correta. Para tanto, o empregador pode, com apoio da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), elaborar programas de conscientização, incluindo palestras, cursos etc.

A perda auditiva é um problema relativamente comum, mas que pode ser evitado. Para tanto, o ambiente de trabalho, os procedimentos operacionais, as medidas de prevenção de riscos e, sobretudo, os equipamentos de proteção, devem estar em conformidade com a legislação.

Sabendo disso, aproveite e veja também nosso post sobre o que fazer na falta de EPIs e garanta a segurança dos seus funcionários!


Últimos posts




Comentários